Seguidores

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

KIBERNETES - O REMÉDIO PARA IGREJAS DOENTES - A BULA DA EFICÁCIA - (REPRODUÇÃO)

Amados leitores,
Estou dando  retoques finais à mensagem em que, respondendo a comentários estranhos de estranhos comentaristas, comparo os males do ANONIMATO com o mal da AUTOGLORIFICAÇÃO, para ver dos males o que é pior. Por lá estarei falando sobre poltronaria, pusilanimidade, presunção, "vã-gloria", vaidade e sobre o orgulho, aquele pecaminoso,odiado pelo Eterno, como de praxe, sem deturpar a Verdade única que é a Palavra de Deus.  Pedi ao Gleison, meu abençoado e eficiente colaborador para republicar o meu primeiro artigo neste meu humilde espaço.
Ele data de julho de 2010
Mudei umas coisinhas do seu  conteúdo em razão dos dias piores (já foram maus) que estamos vivendo. 
Vejam como ficou

KIBERNETES - O REMÉDIO PARA IGREJAS DOENTES - A BULA DA EFICÁCIA - (REPRODUÇÃO)


Por Alberto Couto Filho

Se quisermos obter um diagnóstico preciso acerca da saúde de uma igreja, devemos nos basear na efetividade da sua liderança ou, ainda, na presença ou ausência da unção do Espírito Santo nas ações efetivas de seus líderes.

É sintomático: Se a eficácia da liderança é resultado da adoção de práticas que ensejam notório crescimento, a igreja é (está) inteiramente saudável (exceção para as que professam a teologia da prosperidade – vide Bula: Indicações/Contra-indicações) caso contrário, a ineficiência, sintoma indicativo do mal, do estado mórbido do corpo de Cristo, nos levará a um só diagnóstico: a liderança inexiste.
O que se vê então são tentativas inúteis de combater a ineficiência, para evitar os efeitos danosos da enfermidade, ação totalmente inócua diante do mal da ineficácia.

É preciso combater a causa, a origem da doença, apregoando, ensinando e disseminando a prática da Liderança Servidora Transformacional de Jesus.
Leio em várias narrativas, nas Escrituras Sagradas, sobre a responsabilidade individual dos líderes pela restauração, pelo crescimento e também pela decadência e declínio do que estavam liderando.

Em Neemias, por exemplo, este fato pode ser comprovado, quando o copeiro do Rei Artaxerxes tomou conhecimento do mal, através de Hanani, seu irmão, quando relatada a desolação de Jerusalém, com a derribada dos muros da cidade (Ne 1:3).
O mal, então identificado por Neemias, já como governador, levou-o a orar ao Senhor, encorajando os judeus que haviam retornado do exílio da Babilônia a restabelecer a sua comunidade e arredores.

A Bíblia registra a eficiência de Neemias, quando administrou o conflito criado pela reconstrução dos muros, desde seu início em (Ne 2:9/10) até o clímax do conflito em (Ne 6:1/14) e também assinala a eficácia da sua liderança ao final da restauração dos muros em (Ne 6:15).
Os níveis de sinergia alcançados junto aos que trabalharam na reconstrução dos muros, sob a liderança de Neemias, nomeado governador na terra de Judá, se comparados às ações e reações dos primeiros governadores: Sesbazar (Ed 5:14) e Zorobabel (Ag 1:1) não só corroboram a existência da doença como devem preocupar nossas lideranças atuais, quanto à busca do beneplácito soberano de Deus para erradicar o mal da ineficácia. De fato, não existem grupos ou equipes fracas. Existem sim, líderes fracos (Ne 5:15).

Criei o medicamento genérico “Kibernetes”, para combater o mal e, ao mesmo tempo, consubstanciar todo o meu texto (livro). Ele contém o mesmo fármaco (princípio ativo): Na mesma dosagem; mesma forma; administrado pela mesma via; indicado terapeuticamente como o “de marca e referência” mundiais; apresentando a mesma segurança, a mesma eficácia clínica e a condição de ser o único que pode ser intercambiável com o “de marca e referência”.

A bioequivalência do “Kibernetes” pode ser testada quando o seu uso é associado à oração permanente
Sua ação, composição, propriedades, indicações e efeitos, guardam total similaridade com o medicamento indicado para a cura de todos os males: O “de marca e referência” – O Senhor Jesus Cristo.

Portanto, leia a bula.

A Bula da Eficácia

“KIBERNETES” – (The Transformational Servant Leader)

Informação ao paciente

O “Kibernetes” é derivado da palavra grega “kibernesis” que tem o significado de “liderar”. Ela faz referência ao líder eficaz que sabe onde está; para onde vai e como se safar das ameaças e dificuldades encontradas no seu caminhar.
Ele é um desenvolvedor da capacidade de interagir e integrar pessoas (sem qualquer acepção) num processo de influência, visando o alcance de resultados eficazes, entendidos como comuns por todos os envolvidos no processo; objetivando transformação de vidas, mediante a renovação das mentes (Ef 4:2), (1Co 1:10), (Dt 16:19), (At 10:34), (Ef 6:9), (Mt 7:15), (Rm 12:2), (Fp 3:21), (Jd 3), (Is 51:56), (Lc 1:77), (Sl 96:3), (Mt 28:18,9).

Composição

Caráter e ações, procedimentos, habilidades, estilos e posturas, atitudes necessárias para levar às pessoas que, nas igrejas, participem da liderança:

=>O amor (comportamental/incondicional), o altruísmo (1Co 13:1-8);

=>A obrigatoriedade de “servir” e “sacrificar-se” (Dn 7:14), (Is 52:13), (Is 53:12), (Mt 20:28), (Mc 10:45);

=>A utilização de técnicas destinadas a um relacionamento sinérgico entre as pessoas, visando motivá-las e engajá-las para, juntas, maximizarem a qualidade e otimizarem resultados (1Ts 2:8), (Tt 1:9), (Pv 18:13), (Ec 1:8), (1Co 15:11), (Pv 15:21), (Rm 2:1), (Cl 3:13,15,16), (1Co 12:4-6), (1Co 1:10), (2Sm 24:16), ,(1Co 3:6-9), (2 Jo 9-11), (Mt 28:18,19,20);

=>A aprendizagem apropriada, quanto ao tratamento dispensado às pessoas lideradas, em função de uma situação observada; do nível de desenvolvimento (maturidade espiritual/emocional) e das variáveis de natureza pessoal (necessidades, valores e motivações) de cada uma delas (Rm 12:7), (1Sm 12:23), (Tt 2:7,8), (1Tm 5:1), (Pv 1:1-3), (1Ts 5:14), (Cl 4:6);

=>Habilidades transferíveis, conhecimentos gerais e educação (Pv 1:5);

=>A adoção de postura conselheiral/provedora, ora comportando-se Diretivamente, ora provendo Apoio (exortando) aos liderados (Pv 11:14), (Pv 15:22), (Pv 24:6);

=>A orientação, o treinamento, o aperfeiçoamento, o reconhecimento e o empoderamento (o IDE) (Mc 6:8-11), (1Ts 1:4,5), (Mt 28:18-20);

=>A mentoria, quando apascentadores, guias, conselheiros ou mestres (Mt 5:1-11), (At 2:14-36), (At 3:11-26).

Propriedades

O “Kibernetes”, quando utilizado da forma prescrita, tem as seguintes propriedades (Missão):

A – Levar o líder/paciente a atuar como agente de transformação (mudanças), evitando que haja a manutenção do “status quo”, conhecida inibidora da humildade e causadora do mal da mediocridade e criando uma forte disposição para a aceitação de desafios. A mentoria, um dos componentes da sua fórmula, age em meio aos liderados para vencer adversidades (tribulações); para fornecer direção; para criar algo único e novo; como fomentador de ousadia e intrepidez (Ef 3:16), (Fp 4:13), (Rm 8:31), (Sl 27:5), (Pv 16:9), (Is 42:9), (Ap 21:5);

B – Estimular e motivar o autodesenvolvimento e a participação, ativando a perspectiva de crescimento pessoal e espiritual através da ação desenvolvedora da capacidade das pessoas. O papel do “Kibernetes” nesta propriedade é interessar-se pelos liderados; ouvi-los; acatá-los e acomodar ou satisfazer suas complexas, mas legítimas necessidades humanas, como condição para sua automotivação e para o seu comprometimento (empenho/disposição) em relação às metas e objetivos da obra (Pv 1:5), (Pv 9:9), (Cl 1:10), (Lc 2:52), (Lv 19:18), ( Mt 22:39), Mc 12:31), ( Rm 13:9), (Gl 5:14), (Tg 2:8), (1Ts 2:17-20), (2Pe 3:14);

C – Agregar (integrar) os liderados, levando-os à unidade e à participação voluntária, no exercício do seu papel de catalisador de resultados. Esta propriedade faz com que o medicamento produza efeitos benéficos não só para a igreja, mas para a sociedade como um todo (2Cr 5:2), (Is 45:20), (Lc 15:6), (Ef 4:12,13), (1Co :10), (1Pe 3:8);

D – Identificar liderados não-conformistas genuínos, seguidores que podem lhes encaminhar ao futuro, separando-os dos falsos não-conformistas (o joio) que apenas causam aborrecimentos e nada fazem de útil. Os não-conformistas legítimos (o trigo) são pessoas que se destacam no exercício de suas funções e que não se preocupam apenas com suas próprias idéias, mas com as metas da Igreja e que já exercem alguma influência e têm adeptos, admiradores ou seguidores (1Tm 1:19,20), (2Tm 2:16-18), (Fp 2:20-25);

Informações ao líder/paciente

Aconselha-se que o líder demonstre a pretensão de ser “grande” ou “maior” no desempenho das suas funções, ou seja, que busque a eficiência no relacionamento com as pessoas, além de uma performance irrepreensível ao “servir” e assistir aos outros, provendo-lhes Direção e Apoio.
O medicamento não é recomendado para pessoas que objetivem a primazia, a ostentação do poder, o status de “primeiro” mandatário. Estes podem sofrer conseqüências danosas no contacto/ingestão do produto e apresentarem sintomas de humilhação. A ação esperada do “Kibernetes” é fazer seguidores, reduzindo e até acabando com a tão natural resistência das pessoas às mudanças (Mt 20:26,27), (Mc 10:43,44), (Lc 14:11).

A sua ação aconselhadora identificará necessidades ainda não satisfeitas e atuará decisivamente sobre as disfunções do tipo: moral baixo, murmuração, hostilidade, obstrucionismo, defensividade, inveja, territorialidade e ansiedade crescente, conhecidas reações, típicas do ser humano, quando não ocorre uma adequada gestão da mudança encetada, visando minimizar ou mesmo coibir tais reações. Os componentes do medicamento atuam de modo seletivo quanto às pessoas, oferecendo-lhes tratamentos diferentes, por não ser desconhecido que elas são, conforme o Criador, do mesmo modo, diferentes (Cl 4:5,6), (1Ts 5:14).

O “Kibernetes” estimula e motiva os líderes/pacientes a se preocuparem com o que estão fazendo. Seu uso permanente forja o caráter dos liderados no cadinho do amor ao próximo, tornando-os altruístas, e recompensa-os pelo desempenho superior. O medicamento promove a comemoração pelo progresso e sucesso alcançados fazendo com que haja testemunho das pessoas cujas vidas foram transformadas e leva os líderes a relembrar continuamente a visão de Deus para a igreja. Os líderes/pacientes passam a encorajá-las, destacando o crescimento pessoal de cada uma delas (Rm 15:2), (Pv 3:29), (Cl 3:24), (Mt 16:27), (Fp 2:20-25).

O “Kibernetes” foi desenvolvido com base na ciência de que “nada é tão desigual do que tratamentos iguais para pessoas desiguais”. Desta forma, o efeito único esperado é o sucesso decorrente da eficácia apresentada pelo medicamento

Observação médica, muito importante

Os pacientes devem atentar para a validade do medicamento e para o fato de que o mesmo pode ter seus componentes falsificados. Fora da validade e com componentes falsos, são observáveis: a ausência de “unção”, de habilidades, de competência, de empenho e de disposição. Além disso, aos sintomas citados a seguir, nas Indicações, aliam-se prepotência (uso coercitivo do poder) e vaidade. Dessa forma, a eficácia do medicamento estará seriamente comprometida. Neste caso sugerimos um providencial e mais íntimo contacto com o Médico dos médicos (Jr 23:1-4), (Ez 34: 1-10), (Mt 7:15), (2Tm 2:14), (Tt 1:10-16), (2Pe 2:1).

Indicações/Contra-indicações

a)                  No tratamento da ineficácia

Este medicamento é indicado no combate ao uso abusivo do poder de posição; à apostasia; às doutrinas heréticas; à falta de autoridade legítima; ao individualismo; à egolatria; ao egocentrismo; à arrogância; às lideranças não desenvolvidas; ao esgotamento espiritual; à incapacidade de gestão; ao desestímulo à criatividade, à inovação (mudar, pra que?); a desmotivação; ao espírito rotineiro; ao conformismo e à mediocridade satisfeita.

O “Kibernetes” é contra-indicado para líderes meramente posicionais, com sintomas de acomodação crônica, conformismo natural, passividade obtusa, aversão a feed-back negativo, ganância e males semelhantes, que já passaram, sem resultado, por tratamento à base de seminários teológicos, conselhos, exortação, admoestações e recomendações.
    
b)                 No tratamento dos estados mórbidos causados: pelo amor ao dinheiro (teologia da prosperidade); pelas heresias da teologia relacional e do teísmo aberto.

O “Kibernetes”, nestes casos, é um suplemento espiritual com ação coadjuvante no tratamento de apóstolos, bispos e  pastores, cognominados como ”vendilhões do templo” que, publicamente, mercadejam a fé dos incautos (Ec 5:10) e dos que questionam a soberania, a onisciência e a imutabilidade do nosso Deus.

Reações (não adversas)

Este medicamento deve ser usado também por líderes dotadas das qualificações para o exercício da influência, possuidores do “dom de governos”. O uso do medicamento irá reforçar o seu DNA espiritual e sua eficácia irá produzir líderes/seguidores também eficazes. O sucesso terreno virá em seguida ao reconhecimento da importância espiritual da liderança orientada, primeiramente, para a busca às coisas do alto, valendo-se do poder pessoal com autoridade legítima (1Co 12:28), (Mt 6:32,33).
A medicação irá capacitá-los a ver o mundo por uma ótica diferente e a reagirem naturalmente a toda e qualquer circunstância contrária (adversidades, tribulações) aos seus mais lídimos interesses.

Efeitos colaterais

As pessoas que possuem um alto potencial, mas apresentam um baixo desempenho, o “Kibernetes” pode levá-las a um futuro aproveitamento.
Líderes de alto potencial e que apresentam também um alto desempenho; que crêem em Deus; que têm fé e sabem que não há limite nem mesmo para o pensamento, têm no uso permanente do “Kibernetes” a alavanca para a eficácia e o deleite de um futuro feliz na presença do Senhor (Gn 15:1), (Mt 5:3-11).

Posologia

É essencial usar o “Kibernetes” sob a forma de liderança servidora/transformacional, cuja ação de educar, servir e encorajar conduz pessoas e equipes à plena conscientização de uma visão, dos objetivos traçados e à total coesão e integração do grupo (unidade).
É esperado um possível empoderamento (liberação de poder), a partir de altos níveis de motivação; de envolvimento; de comprometimento e de participação voluntária dos liderados (Jo 17:23), (Ef 4:12), (1Co 10:17), (1Co 1:10), (2Co 13:11), (1Pe 3:8), (Mt 28:18-20).

Super dosagem

A ação do desenvolvedor de Capacidades do produto na gestão de pessoas é algo muito específico. Não há referências sobre a ocorrência de problemas particulares após super dosagem. É muito grande a possibilidade de que ela venha a ser benéfica para muitos líderes/pacientes.

Interação Medicamentosa

A ação garantidora do comprometimento, da participação voluntária, da co-responsabilidade e contribuição criativa dos liderados, será mais rápida e facilmente alcançada se o líder/paciente associar o uso regular do “Kibernetes”, aos conceitos de amor e espiritualidade; às boas práticas de servir e sacrificar-se para ajudar ao próximo (altruísmo), pois estes são componentes básicos da fórmula da Liderança Servidora Transformacional (Fl 1-25).

Recomenda-se, antes de iniciar o tratamento, que o líder/paciente defina o perfil e o nível de desenvolvimento ou grau de maturidade dos seus liderados, com vistas a dinamizar o seu potencial e avaliar desempenhos, objetivando a formação de seguidores/substitutos e o suprimento das necessidades de encarreiramento (1Co 3:1-3).

Ações terapêuticas do “Kibernetes”:

“Caminhar, caminhar sempre à frente de todos; como piloto, ser também mecânico, telegrafista, navegador; ficar de pé, quando os outros se sentam; sorrir, quando cerram os dentes; dar de beber, quando têm sede (Jo 7:37) e um coração quando lhes falta um (Jr 32:39). Carregar o cansaço dos fracos (Mt 11:28); Iluminar os que se acham em trevas (Jo 1:5). Esperar por sete (Js 6:15/16); querer por dez (Gn 18:32/33) e, em secreto em seu quarto, orar por eles ao Pai Eterno que tudo vê em secreto, para que todos sejam abençoados (Mt 6:6)”.

Farmacêutico responsável:  Dr. Alberto Couto Filho
Doação sem prescrição médica
Laboratório: Comunidade Evangélica Fonte das Águas Vivas – Jacarepagua/Rio de Janeiro
Indústria Evangélica Brasileira


28 comentários:

ecio da costa disse...

A PAZ MEU IRMÃO ALBERTO! QUE BOM QUE O IRMÃO VOLTOU A POSTAR POIS, ESTAVA FAZENDO FALTA O GRANDE CONHECIMENTO E SABEDORIA QUE O SENHOR JESUS ATRAVES DO ESPIRITO DE DEUS LHE DEU. TENHO ACOMPANHADO O SEU BLOG E APRENDIDO MUITO. ESTAMOS COM UM NOVA POSTAGEM! GOSTARIA DE SUA TÃO IMPORTANTE OPINIÃO IRÁ ACRESCENTAR MUITO! OBRIGADO, FIQUE NA PAZ!

Alberto Couto Filho disse...

Écio amado

A paz
Dizem pela ai que as melhores "coisas" desta vida não são, absolutamente, "coisas".
Estive lá no seu blog e constatei que ele "is shine in all glory upon"
"Coisa" linda a sua mensagem.
O que li me ofereceu subsídios para prosseguir ensinando, pois aprendi um pouco mais.
Grato pela visita.
Seu conservo

ஜ♥Patricia♥ஜ disse...

Que texto eu nem sei o que dizer, pois é a mais pura e triste realidade.

Irmão Alberto eu não tenho palavras para agradecer a gentileza de ter postado ontem no meu blog, eu estava me sentindo tão triste, nem ia colocar aquele assunto, mas já era o segundo e-mail que recebi daquele suposto pastor, enfim acabou comigo pensei Senhor to tão errada assim, se estou usando seu nome em vão, já acabo com isso agora, mas se não escrevesse acredito que teria ido por ps, e de repente foram surgindo comentários de uma forma que nunca imaginei, dentre eles o seu, confesso que chorei mais ainda, só que neste caso de alegria, me desculpe se não sei escrever como o irmão, como disse, não terminei os estudos, peno um pouco para manter o blog, mas coloco o coração, enfim, obrigada, que Deus lhe abençoe muuuuito mesmo e toda sua família.

Natanael Lima disse...

Querido e amadAlberto!

Sem palavras...Deus o abençoe em tudo! Pense muito antes de sumir da blogosfera, só por motivo ultra justo. Brincadeira à parte, ficamos com saudades...és uma voz necessária e retumbante para nós.
Abraço. Nata.

Adriana disse...

Olá,Doutor Alberto!Bom dia pra vc!!!
É assim que DEUS faz...Usa alguém pra trazer luz para outros...Parabéns!
Eu realmente adorei o texto!
Pra te falar a verdade muitas vezes eu fico com uma certa preguiça de ler textos grandes(tipo esse seu),mas dessa vez foi diferente...me dispus a ler com boa vontade e muito carinho suas indicações,mas antes de falar sobre o texto,veja só uma coisinha...
Os farmacêuticos são profissionais da saúde de tradição milenar, sucessores dos boticários, experts no uso de fármacos e medicamentos e suas consequências ao organismo humano ou animal. De uma maneira geral, podem trabalhar numa farmácia, hospital, na indústria, em laboratórios de análises clínicas, cosméticos, agricultura, prevenção de pragas, distribuição, transporte e desenvolvimento de medicamentos, entre outras funções e lugares.[1]
Peritos no desenvolvimento, produção, manipulação, seleção e dispensação de medicamentos, este profissional, presta o trabalho de assistência farmacêutica,[2] e pode assumir responsabilidade técnica de laboratórios de análises clínicas, distribuidoras, farmácias, etc.[3] Podem também atuar na pesquisa e controle de qualidade de hemocomponentes e hemoderivados. Na área alimentar responsabilizam-se tecnicamente pela análise, interpretação e emissão de laudos. Com curso específico é habilitado para fazer acupuntura. No Brasil, podem exercer cerca de 71 atividades diferentes.[4]
Viu só?Fantástico,né?
Adorei a parte que diz "prevenção de pragas" e Peritos no desenvolvimento, produção, manipulação, seleção e dispensação de medicamentos" e vc?
Vc tá exercendo sua profissão com muito amor...eu noto isso...é sério.
Além de gostar bastante de suas palavras,me emocionei com o trechinho que fala das reações,efeitos colaterais,posologia,mas me emocionei muito mais ainda com as Ações terapêuticas do “Kibernetes”...DEMAIS!
Sou lágrima!

“Caminhar, caminhar sempre à frente de todos; como piloto, ser também mecânico, telegrafista, navegador; ficar de pé, quando os outros se sentam; sorrir, quando cerram os dentes; dar de beber, quando têm sede (Jo 7:37) e um coração quando lhes falta um (Jr 32:39). Carregar o cansaço dos fracos (Mt 11:28); Iluminar os que se acham em trevas (Jo 1:5). Esperar por sete (Js 6:15/16); querer por dez (Gn 18:32/33) e, em secreto em seu quarto, orar por eles ao Pai Eterno que tudo vê em secreto, para que todos sejam abençoados (Mt 6:6)”.

Obrigada,doutor!
Tenha um dia lindo!DEUS te abençoe!

Hoje chorei,chorei muito...de alegria!
Paz!

Adriana disse...

Olha eu de novo...
Resumindo seu texto:Servos fiéis e prudentes.
Que além de terem azeite nas lâmpadas,buscam crescer em vida,vivendo em constante negar de si mesmos em favor dos outros,colocando azeite também nas vasilhas,realizando assim a vontade de DEUS e tornando-se apto para reinar com Cristo.

Precisando do trabalhar de DEUS em nós!
Que Ele tenha misericórdia de nós!!!

"As néscias, ao tomarem as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo;no entanto, as prudentes, além das lâmpadas, levaram azeite nas vasilhas."

Dia após dia devemos anelar a sermos "virgens prudentes".

Tenha um dia cheio de prudência e de louvor ao Senhor,dono da nossa alma,Senhor absoluto do ser e do nosso coração!

Paz!

Alberto Couto Filho disse...

Patriciamada,

A paz
Disse o poeta ao referir-se a um cais, a um porto seguro:
Sou o seu consolo nas horas de aflição.
Se ha pedras no caminho te levo em meus braços.
Sou o que ampara a lágrima que cai.
Transformo cinza em riso; o caos em paraiso
...Sou o barco que te leva longe. Se o mar se encapelar, sou cais. Eu sou farol na escuridão da noite que te guia nesses temporais.
Por onde for...estou.
Amiga,esse Deus que sabemos existir é o nosso cais, o nosso porto seguro.
Portanto, seu blog fica; você permanece; sua obra prossegue; o amor dos seus seguidores fica, enquanto que aquele pseudo-pastor anônimo vai, e Deus quer assim, para o inferno.
Amei sua visita
Deus é conosco

Alberto Couto Filho disse...

Oi joinha,

A paz
Você, enquanto lágrima, muito me enternece.
Grato pela sua valiosa participação.
Bom é saber que existe só um Deus.
Seu conservo.

Alberto Couto Filho disse...

Oi joinha

"Mon Dieu"!
Você, enquanto lágrima, nos enternece.
Grato pela sua brilhante participação.
Jesus te ama e...eu também.
Seu conservo

Alberto Couto Filho disse...

Natamado
Oi amigão

Tamu junto de novo.
Lodebar, nunca mais.
Fica na paz dEle.

Pr Anselmo Melo disse...

Querido irmão Alberto.
Seu texto é um elixir revigorante.Faz-me refletir e concluir o seguinte: "Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer". João 15:5
Sem o Cristo em nossas vidas e a assistência do Espírito Santo nada será possível.Pobre do que acha que as habilidades de liderança advindas de uma cadeira acadêmica poderão torna-lo apto ao serviço do Reino.
Um grande abraço meu irmão.

disse...

Jesus Cristo o nosso melhor líder, olhemos para Ele e prossigamos!

Saudades, que bom que voltou!

Alberto Couto Filho disse...

Pr Anselmo

É só vitória!
Sorte minha por ser abençoado por amigos como o nobre pastor.
Revigoro-me, sempre, com os seus comentários.
A paz

Alberto Couto Filho disse...

Rô,
A paz
No que estava pensando o nosso Deus quando criou você?
Acho que ele estava pensando em mim porque me deu você como minha irmã amiga.
Conhece este louvor?
Deus, sim

waldir disse...

Um dos melhores textos que já li, verdade nua e crua, nossas igrejas estão sem rumo precisam voltar sua atenção a Deus e não a que pregam suas proprias teologia, parabéns um blog espetacular!

Discípulo de Cristo disse...

Prezado irmão Alberto.


O seu diagnóstico para as igrejas doentes é bastante extensivo e com uma posologia rica em detalhes até para especialistas.

Entretanto, estou convencido pelo Evangelho da Graça, que a causa básica dessa enfermidade na igreja é: uma "mentira" que foi introduzida no seio da igreja de Roma (quando ainda virgem) após o imperador Constantino seduzi-la e iniciar seu processo de corrupção para torna-la na grande prostituta (católica) registrada no livro de Apocalipse.
Ou seja, o dízimo que foi uma verdade para a tribo de Levi, entretanto é uma mentira para a Igreja Neotestamentária.
Outra aberração, é a forma com que alguns líderes evangélicos terrorizam as ovelhas que não se submetem a esse "imposto compulsório" com o devorador (diabo) em suas vidas e também ameaçando-as com a garantia delas irem para o inferno, posto que é considerado ladrão todo aquele que não participar com no mínimo 10% de sua renda.

Outro equivoco decorrente dessa pretensa estabilidade financeira nas igrejas, é: os pastores não precisam trabalhar (pastorear de fato); pois, aparentemente não se faz necessário apascentar em amor (suprir necessidades espirituais) as suas ovelhas e consequentemente receberem doações voluntárias das mesmas, conforme praticava-se na Igreja de Cristo. (II Coríntios 9.7)

Uma mentira que vem se repetindo a aproximadamente XIV séculos, parece soar como verdade.

Espero que esses 12 estudos bíblicos que estão sendo postados em meu espaço, possam ser um divisor de águas no sentido de trazer entendimento, principalmente aos líderes que estão sinceramente enganados com relação a esse pseudo enriquecimento de suas congregações, as quais se empobrecem espiritualmente por não estarem alicerçadas na Verdade sobre o dízimo.


Paz Seja Contigo!

Wésley Câmara disse...

Um assunto extremamente importante abordado de uma forma farmacologicamente criativa. Muito bom!
Abraço
A Paz.
Ah, coloquei seu banner no "Saúde a Fundo".

Alberto Couto Filho disse...

Waldir, irmão amado,
A paz

Você e Patrícia formam um belíssimo casal.
"Viva sem reservas" com a mulher virtuosa que achou. O Pai, por certo, se hospeda frequentemente em sua casa, onde só encontra amigos, conforme fazia com aquela casa de Betânia (Jo 11:1-44).
Sua visita muito nos honra.
Abençoe-te Deus

Alberto Couto Filho disse...

Abençoamado Wesley

A paz
Suas palavras sugerem um novo nome para o seu importantíssimo blog. Que tal "AMOR A FUNDO"?
Grato pela visita.
Seu conservo nEle.

Pedro Henrique disse...

Amado Alberto, a Paz! Estou pensando em estudar Enfermagem, e precisarei de umas aulinhas do "Dr. Alberto"! (risos)

Parabéns pela criatividade, e cuidado com o "discipulado".

Abraços,

PH

Pra.Shofar disse...

Alberto
muitissimo obrigada pela visita em nosso blog e pelo apoio abençoador!
Seu blog é uma grande ferramenta para que o reino do Senhor continue sendo estabelecido na terra.
Muito grata
Deus proteja sua vida, familia e ministerio,
http://pastorailmashofar.blogspot.com/
Pra. Ilma Shofar

Alberto Couto Filho disse...

Abençoamada pastora Shofar

A paz
Que bom que veio - Bem vinda
Seu comentário acrescentou credibilidade ao meu modesto espaço.
Obediência, fé e gratidão
O que Deus quer de nós
Seu conservo em Cristo

Lucy Araujo "Fruto do Espírito" disse...

Amado irmão!

Estou mais uma vez comentando e agradecendo pelo imenso carinho: sua marca registrada.

Que neste ano que se inicia, 2012 é o meu desejo e oração que "repouse sobre ti, o Espírito do Senhor, o Espírito de sabedoria e de entendimento, o Espírito de conselho e de fortaleza, o Espírito de conhecimento e de temor do Senhor."
Isaías 11.2

Em Cristo,

***Lucy***

Andréia : Blessed by God ! disse...

PAZ SEJA CONTIGO ILUSTRISSIMO HOMEM DE DEUS...
MEU DEUS ! COMO FARAMCEUTICA QUE SOU HÁ 6 ANOS, SUA POSTAGEN ME DEIXOU SEM PALAVRAS,SIMPLESMENTE MARAVILHOSA MENSAGEM,PARABENS...COMO PROFISSIONAL QUE SOU SEI QUE MEUS ESFORÇOS SÃO EM VAO SE O PACIENTE NAO TOMAR O MEDICAMENTO PELA VIA CORRETA, NA HORA CERTA E O MEDICAMENTO CERTO !
ASSIM TAMBEM DEUS TEM O FARMACO ESPIRITUAL CERTO PARA CURAR NOSSA ALMA SEJA QUAL FOR A PATOLOGIA EXISTENTE..BASTA QEU QUEIRAMOS SER CURADOS, BASTA QEU USAMOS DA FORMA CERTA, MAS ACIMA DE TUDO PARA UM MEDICAMNETO FAZER EFEITO É NECESSARIO QEU AQUELE QUE FOR FAZER USO DELE CREIA QUE ELE VAI FAZER EFEITO E VAI CURA-LO..DO CONTRARIO PARA NADA ADIANTARÁ..POIS NOSSA MENTE ,DEVE ESTAR CRENDO,CONFIANDO E ENTAO FICA MAIS FACIL SUA EFICACIA..POIS NO AMBITO ESPIRITUAL NAÕ HA COMO DEUS OPERAR ONDE NÃO HÁ FÉ...CONFIANÇA, OBEDIENCIA,...TENTO TAMBEM COM A AJUDA DE DEUS, LEVBAR O MEDICAMENTO MAIS POTENTE QUE EXISTE QUE PODE CURAR O CORPO, A ALMA E O ESPIRITO DO SER HUMANO..JESUS CRISTO: A PALAVRA DE DEUS...SINTO ME IMENSAMENTE FELIZ POR CONTAR COM SUAS PALAVRAS EM MEU BLOG E POR SUA PRESENÇA COMO SEGUIDOR...É UMA GRANDE HONRA...MUITO OBRIGADA..VIREI AQUI SEMPRE ...VEJO QEU ÉS UM GRANDE HOMEN DE UMA CULTURA E SABEDORIA GRANDIOSA...DESEJO A VOCE E SAU FAMILIA UM MARAVILHSO ANO NOVO , CONTINUE A ENRIQUECER MUITAS VIDAS COM SUAS MENSAGENS DE EDIFICAÇÃO, TRANSFORMAÇAO, PODER E CRESCIMENTO PARA TODOS NÓS...DEUS TE ABENÇOE..COM CERTEZA ESTAREI SEGUINDO SEU MARAVILHOS ESPAÇO A PARTIR DE HOJE PARA SEMPRE...SHALON...FIQUE NA PAZ DR. ALBERTO...

Alberto Couto Filho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alberto Couto Filho disse...

Andreiamada,
A paz
Seu comentário encomiástico, acrescenta credibilidade à minha postagem. Impressionabilidade, comoção e emoção, sentimentos que afloram em mim, levam-me a pressentir o advento de uma amizade virtual feliz e duradoura. Sua sensata opinião irá, certamente, incrementar o uso do medicamento e a eficácia dos nossos líderes será sentida em nossas igrejas doentes.
Sei porque vim.
Seu conservo, inteiramente, nEle.

Josenildo Carlos Neris Ferreira disse...

É meu querido, o negócio está sério! O que me anima nessa história da igreja é que Deus tem os seus "que não se prostraram perante baal..."
Que Deus continue ti inspirando.

Alberto Couto Filho disse...

Nobre pastor Josenildo,
De Deus, ad eternum

Sua visita e comentário honram, sobremaneira, este nosso espaço, onde o respaldo bíblico aos textos publicados é a nossa prioridae.
Estou chegando ao seu blog para ouvir o insigne pr. Renato Vargens.
Saudades da bela Feira de Santana.
A paz
Deus te abençoe

Postar um comentário

Pesquisar assuntos, temas ou postagens

MILAGRES

Veja quem nos visitou recentemente