Seguidores

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

DE COSTAS PARA O SILAS

Por Alberto Couto Filho

Amados,
A blogosfera saiu em campo para noticiar a presença do pastor Silas Malafaia no “De Frente com Gabi”, programa exibido no SBT.  A maioria quase que absoluta dos blogs/sites publicou a entrevista, expondo impressões dos seus editores sobre a participação do entrevistado e da entrevistadora – Lugar comum; inteiramente lógico.
Alguns viram na entrevista um verdadeiro debate. Outros chegaram a criar um placard para registrar a vitória de um e de outro no, chamado debate. Uns escreveram: “Batalha de gigantes” no SBT;  outros fizeram enquetes para ver  quem ganharia:  quem, na sua  opinião vai ganhar? Uns disseram: Silas massacra a entrevistadora Gabi; outros apontaram uma contundente derrota do pastor Silas.
Então, eu, como sempre atrasado,  por ter a minha opinião formada sobre as ações e postura atual do pastor Silas, resolvi registrar algumas opiniões desfavoráveis à talentosa Gabi publicadas em site de comprovada excelência e comentá-las, criticando os comentários favoráveis à apresentação daquele que, outrora, apresentava-se com as características de um verdadeiro pastor, elencando-as em um vídeo em que ele mesmo as menciona. Ah! Que saudades do Silas (com bigode).
Sinceramente, não me importo se há poucos anos diziam a seu respeito:
Suas atitudes nos tem feito ruborizar de vergonha; O Silas mudou de forma radical; seus atos são vergonhosos e dentre outros apodos e motejos, bradavam: CHEGA DESTA PALHAÇADA SILAS!
...E não me importo, de verdade, se hoje, as mesmas pessoas teçam loas à sua conduta e encomiem suas atitudes não compatíveis com aquelas características de um verdadeiro pastor, por ele ter sido, *matreira e manhosamente*, incisivo e veemente ao ditar defesa do que preceitua as Escrituras Sagradas.
Sei não, mas não conheço, além do Macedo e do Gondim, um outro pastor com coragem suficiente para, incisiva e veementemente, contestar tais preceitos.
Se houver, para o Silas, se não for também um idiota, será um ilustre desconhecido que quer ficar famoso às suas custas.
Querem saber?
Meu humor e irreverência não “tão” nem ai para esses blogueiros, mutantes como o próprio Silas, que aparentemente têm receio das suas bravatas, da sua atual visibilidade.
Visitem o BLOG DOS ÚLTIMOS
www.blogdosultimos.blogspot.com.br da amiga Claudia Sunshine para entenderem este meu posicionamento.
*matreiro e manhoso– termos copiados do artigo do pastor Caio Fabio em que, como sempre, e como ele mesmo diz, “mete o cacete no Silas”, chamando-o de safado e mentiroso.
Interessante - ambos se merecem, mas ainda sim não os vejo como farinha do mesmo saco.
Liberarei o meu perdão ao pastor Silas quando ele disser como o JIM BAKKER: “I WAS WRONG”. Ele nem precisaria escrever um livro com este título – basta dizer: EU ESTAVA ERRADO.
Ai aconteceu que:
Acabei de conhecer a "tristíssima trindade” - Patricia, Rosa e Inalva, pseudo-ingênuas, leitoras de uma porcaria literária chamada “As 1001 chaves de sabedoria”, provavelmente três detentoras de certificados de participação/adesão àquele malfadado clube do Murdock  que, a julgar pelo movimento daquele contador de almas (?), parece estar em seus estertores finais, como se fora uma sílfide moribunda, diria Nelson Rodrigues.  
Que lindo! Quanta esperança em reaver suas perdas! Coitadas (!?)
Conheci também os inteligentíssimos e patéticos "domésticos da fé", os papalvos sequazes daquele modelar charlatão da fé.
De pijamas, já sonolentos, tal "vaquinhas de presépio", meneando suas cabeças em sinal de aprovação, em prantos, como a ex-funkeira Perlla, viram/ouviram o histriônico pastor Silas pronunciar-se biblicamente, sem impropérios ou palavrões (?) como se fora um autêntico cristão que, à luz da Verdade Absoluta que é a Palavra de DEUS, obrigar-se-ia:
A condenar o aborto, o homossexualismo e o divórcio; a defender a preservação da família como instituição divina e o casamento. 
Admitamos, sem qualquer partidarismo, que se nós afirmássemos (como o psicopatifólogo  Malaburrófales) que “Todo o corpo seco exposto à água, molha", não estaríamos dizendo absolutamente nada que evidenciasse nossa inteligência, nossa formação cultural, nossa cátedra  ou doutorado  em  assuntos  bíblicos, já transitados em julgado em todas as instâncias das Sagradas Escrituras, sem nenhuma chance de recorrer.
Estaríamos sim, como niilistas atoleimados, dizendo “nada” sem “nada ter” para dizer. Portanto, meus amados “domésticos da fé”, eu pergunto: Então, por que os aplausos?
Posso até aceitar que ele, e nem vocês, não mais saibam o que vem a ser ética cristã, domínio próprio e educação, mas convenhamos não teria sido ridículo para os seus “IDIO-secTÁrios” se aquele “gênio bizarro” demonstrasse desconhecer preceitos bíblicos tão básicos como esses?
Foi débil, por demais, o libelo apresentado para provar ter sido difamado pela revista Forbes, até porque ninguém, nem a Receita Federal, e nem mesmo o Ministério Público, poderia saber das “offshores” em paraísos fiscais e dos saldos em contas bancárias em nome de “laranjas”, aqui mesmo no Brasil.

Estranho que ele, em aparições públicas noutras ocasiões contraria, com chocarrices e acintosa incivilidade, tudo aquilo o que Paulo falou aos Colossenses sobre o abandono dos vícios e o cultivo das virtudes, como resultantes da união com o Cristo glorificado, demonstrando visivelmente que não se despojou daquelas coisas citadas em Cl 3:8 e não se despiu do velho homem conforme Cl 3:9 – confirmem, por favor.
Desta vez, mesmo com sua risível fanfarronice, conseguiu ocultar a sua conhecida falta de polidez, pois a sua intenção primacial era convencer o empresário Silvio Santos a negociar espaço, no SBT, para a realização dos seus shows, consciente da audiência que a sua arte de polemizar levaria àquele canal.
Houve sim uma grande audiência - concordo, mas não somente originada por espectadores componentes da sua “massa de manobra”. Desta forma, em muito maior percentual, assistiram à entrevista:
·        Os fãs da talentosa entrevistadora Maria Gabriela;
·  Aqueles evangélicos como eu avesso à ignóbil postura anticristã daquele pastor;
·      Os pastores chamados por ele de idiotas, por não concordarem com a falaciosa teologia da prosperidade e a cavilosa barganha com o nosso Criador;
·    Os blogueiros, que o criticam, contrários aos impropérios e á chulice do seu palavreado, em sua grande maioria, os chamados por ele de invejosos, fracassados, desocupados e filhos do diabo;
·   Os crentes que ofertam, chamados por ele de trouxas, por somente pensarem em socorrer os necessitados e ajudar aos pobres;
·  Os incautos lesados que, buscam desesperadamente recuperar suas perdas, vítimas que são de um constrangimento emocional e da promessa de serem recompensados por Deus;
·    ...E todos aqueles entre os quais, o nome de Deus é blasfemado por causa dele – é muita gente!

Conheci, “de má vontade”, alguns pastores "franqueados" da marca VC que, sob contrato semelhante ao de um  “franchising”, mudaram as denominações das suas antigas e precárias igrejas (luz, água alugueres atrasados), visando aumentar suas arrecadações e serem assalariados pelo franqueador (hoje, seu patrão). Eles, figurativamente amoucos, parabenizaram a conduta do seu empregador, no que estão obviamente corretos.

Conheci gente que citou uma desconhecida formação em Teologia (Quando? Onde?); em Biologia (brincadeira!) e Psiquiatria (?) para arrazoar sobre uma fantasiosa vitória (?) naquela entrevista, dita por tais pessoas um debate, para justificar uma imaginosa derrota da entrevistadora.

Finalmente, como membro da facção “4M” (Malafaia, Morris, Murdock, Myles), sua participação como entrevistado deixou a desejar, quando bisonha e confusamente, tentou explicar biblicamente a sua  “OFERTOLOGIA”, parte suspeita e discutível da “TEOLOGIA SISTEMÁTICA DA PROSPERIDADE” criada no Brasil por esse pastor que, quando confrontado por quem se lhe opõe, porta-se como um  siri-na-lata.

Concluo, declarando que faço parte daquela imensa população que não o aceita, por motivos óbvios, como seu lídimo representante no âmbito evangélico, entendendo que se estão procurando denegrir a imagem dos pastores evangélicos, dizendo-os aproveitadores e ladrões,  a referência direta é aos mega-pastores, estelionatários espirituais que, como o pastor Silas, estão extorquindo o povo de Deus , locupletando-se, ao arrepio da Lei.
Por ter mais o que fazer,
Alberto Couto Filho

18 comentários:

Geovani Santos disse...

Esse assunto tem ocupado os estertores da blogosfera com unanimidade. Eu, particularmente, não assisti ao debate, mas ouvi alguns relatos de irmãos que o desempenho dele foi pífio. Na verdade, o que ele iria explicar diante da obviedade das revelações que envolvem a sua pessoa?

O escorregadio camaleão valeu-se de manobras evasivas e retoricas para tergiversar da verdade contundentemente nua e crua que lhe aponta o dedo em triste num libelo condenatório. Escorregar é o que ele faz muito bem, como um saurio reptilineo esquivando-se com maestria do que não lhe é conveniente.

De qualquer forma lhe valeu o espetáculo midiático para lhe dar ainda mais notoriedade. O já afamado "ratinho gospel " deve estar vibrando.

Adriana Marques disse...

Ei,irmão Alberto!
Lá na frente tem uma nova vida pra nós.
Que bom que DEUS criou vc,irmão...que bom mesmo!
Paz!
Abraços!
Noite linda!

*Escritora de Artes* disse...

Essa entrevista deu o que falar, ainda nao assisti mas vou procurar no Youtobe, estou curiosa!

Abraços caro amigo

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro Alberto irmãozão,

A paz amado!

Não sabia que um bigode pode e tem poder para alterar certas pessoas e certos comportamentos.

Será que o contrário ocorreria com o Murdok, se por acaso, deixasse crescer o seu bigode?

Penso que a Gabi, ganhou todas as possibilidades de diversão, para seu público alvo, e para o público sem alvo.

Estes, torna-se-ão parte da nova classe de evangélicos do Brasil, ou seja, os que não sabem nada de Bíblia e se divertem a qualquer custo, em qualquer festival de Promessas.

Parece triste, este assunto, mas para mim, tornou-se risível e orgânico fisiológico.

Quem viver verá o que sairá desta semente.

O Senhor seja contigo,

O menor.

JCavalheiro disse...

A Paz do Senhor meu estimado irmão Alberto!!

Como sempre seu texto é revestido de uma grande argúcia e perspicácia trazendo à luz realidades que de outra maneira passariam desapercebidas por um leitor menos analítico e que se deixa levar pela falaciosa teologia do imediatismo material do aqui e agora.
Deus continue a usá-lo como atalaia contra as mazelas do falso evangelho!!!
Um forte abraço desse seu amigo e companheiro...
Pr. João Q. Cavalheiro

Patricia Galis disse...

Não vi a entrevista pois minha nete tartaruga não abre nada, assim que puder ver opinarei, mas o que vi foi uma luta de gladiadores no facebook na segunda-feira passada, alguns evangélicos colocando o Silas como um deus por ter falado contra os homossexuais e a Marília por dizer que quem precisa de pastor com certeza tem cérebro igual ao das ovelhas enfim o que isso engrandeceu o nome do nosso Deus????

Mário César de Abreu disse...

Paz amado Alberto!

Fico a pensar,como é cara de pau esse Silas.

E como um bando de ignorantes, outros apaixonados pela "grana" e demais incautos e que não conhecem Jesus Cristo verdadeiramente, podem fazer de um debate que mais parece um espetáculo de circo motivo de "glória" para alguém...!?
Como é precioso ,meu irmão ,este teu dom da palavra e esta tua capacidade de organizar as idéias do seu conhecimento em uma sequência tão esclarecedora.

O senhor te guarde e te dê ,naquele dia, a coroa da justiça que receberá todos quanto amam a vinda do Senhor Jesus.

Em Cristo,
Mário

Alberto Couto Filho disse...

Patriciamada,
Paz

Ai está você, seu garbo e simpatia.
Você está plenamente correta ao perguntar em que toda essa pantomina veio a agradar e engrandecer o nome do Senhor que, por essas e outras, tem o seu nome blasfemado entre aqueles que estão observando as verdadeiras intenções daquele ganancioso pastor.
É importante repetir:
São pastores como esse ai que estão levando ateus e partidários de outras crenças a comentar que pastores são pessoas que buscam enriquecer às custas daqueles que os seguem. Isto não é verdade! As pressões aumentaram depois da bíblias de 900,00; do clubeco de um milhão de almas; dos tijolinhos, dos lenços, das pulserinhas, das espadas de David, da urticária que virou lepra e muitas, muitas outras bizarrices no intuito de arrecadar dinheiro para financiamento dos projetos pessoais desses verdadeiros vendilhões do templo.
Grato amiga

Alberto Couto Filho disse...

Giovani
Paz
Bom é não sentir-se só, pregando neste implacável deserto.
Escreve-me, por email, um dos autodenominados “domésticos da fé” – reconheci-o de intervenções passadas, nunca, por conveniência (respeito esta sua postura), através de comentários neste blog. Comentou, ironicamente como sequaz, rejeitando veementemente o pejo de papalvo:
Quando o douto blogueiro vai usar da sua invejável retórica para fazer como “ele”: discutir à luz da Bíblia, assuntos como esses que, no debate, ele sabiamente discutiu?
Respondi-lhe:
“Ad argumentandum tantum”, questiono: Discutiu o que, biblicamente, é indiscutível? ...carantonhas, momices, cômicos esgares – não estudei artes cênicas para pregar evangelhos que Paulo jamais pregou ou pregaria (apud CIRO ZIBORDI)...seu gênero teatral...sua farsa objetivando divertir com berros e “mise-en-scène” quem o ouviu...ser notado...aspecto subliminar a mídia, via SBT...
...E disse-lhe mais, muito mais, para que ele conduzisse os meus ais e “comigos mesmo” ao seu discutível (aqui sim) psicólogo clínico
Giovani,
Permita-me repetir aquele parágrafo do seu elucidativo comentário.
***O escorregadio camaleão valeu-se de manobras evasivas e retoricas para tergiversar da verdade contundentemente nua e crua que lhe aponta o dedo em riste num libelo condenatório. Escorregar é o que ele faz muito bem, como um sáurio reptilineo, esquivando-se com maestria do que não lhe é conveniente.***
Peçamos publicamente perdão ao camaleão que usa a sua língua para apanhar suas presas – é assim que aquele sáurio se alimenta. Já a língua viperina do ator Malafaia é usada para convencer suas presas a lhe dar dinheiro – é assim que esse finório enriquece.
Além do mais, um sáurio não pode ser chamado de pérfido, mendaz ou sórdido – pode?
Obrigado parceiro.
Vou aparecer brevemente ai por Cabo Frio. Pode aguardar.
Com mais o que fazer.
Alberto


Alberto Couto Filho disse...

Menorzão,

Paz

Não sei explicar, mas num próximo check-up eu direi ao meu gastroenterologista que o Silas agride a minha gastrite, causando-me náuseas e mal-estar, além de uma "queimação" que afeta até mesmo o meu apêndice xifoide, bem aqui no esterno (?) rsrsrsrsr
Dr. Alberto Couto Filho
Formado em Mutretologia pela FVC - Faculdade Vergonha na Cara.

Alberto Couto Filho disse...

Pastor João,
Paz, meu amigo

Gostaria muito de calar ante a coisas como essa, mas...
Perdoe-me.
Alberto

Alberto Couto Filho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alberto Couto Filho disse...

Amigos leitores/comentaristas

Esclarecendo:
O Curso de Mutretologia, ensina como combater toda a sorte de mutretas, maracutaias, mazelaz,mistificações,malandragens...AH, essa minha EMEfobia parcial!
O Curso permite-nos identificar tudo aquilo que os MEGANGSTER-EVANGELISTAS fazem para adulterar a sã doutrina, visando enriquecer às custas daqueles que, burlados em sua boa fé, dão-lhes dinheiro para adquirir:
bíblias de R$ 900,00; títulos de falsos clubes;bençãos extras de Deus;medalhas,espadas de Davi; perfumes;pulseiras,pás de pedreiro,tijolinhos,meias,lenços,tijolinhos,etc.
A FVC (Faculdade Vergonha na Cara) instala-se na obrigatória leitura das Escrituras Sagradas, para que o crente não pereça, desconhecendo o seu conteúdo.
Mestres como Neemias, Paulo, Tiago, Pedro e outros deram suas vidas para que o Evangelho de Cristo fosse pregado a todo o tempo, em todas as nações. Todas as artimanhas de falsos mestres/profetas estão enunciadas naquele Livro Santo.
Sobrou-me tempo.
Alberto

Pr. Anselmo Melo disse...

Por hora me perdoe pela tardia observação de seu texto.
Infelizmente nosso povo parece carecer de um herói. Alguém que grite e vocifere por tantos que não tem voz. O Silas, malandrão que só ele, sabe disso.
Igualmente duro é ainda ter de aturar as criticas dos incautos defensores deste sujeito.
Li e publiquei um texto hoje que o autor faz uma comparação interessante entre o Dom Quixote Malafaia e o personagem do clássico Macunaíma, de Mário de Andrade.
Um grande abraço meu irmão. Sigamos em nossa luta.
Paz!

Alberto Couto Filho disse...

Nobre pastor Anselmo
Paz

Como de praxe, comentei.
Fiz o comentário no blog do Junior.
Te mando cópia por email.
Quem sabe o amigo gosta.

Pastor Giovani e Missionária Delair disse...

Uma coisa eu sei: que se eu tivesse sendo entrevistada na tv, sabendo que milhares de pessoas estariam me assistindo, eu não perderia a oportunidade de pregar a PALAVRA DE DEUS em todos os temas apresentados, citando textos a fim de que o telespectador ficasse ciente da vontade do Pai.
Achei que o pastor deveria ter citado, por exemplo, no tema homossexualidade, Romanos capítulo 1 e também 1º Coríntios 6: 9 e 10 ainda que ele entrasse também pelo campo da genética, psicologia, cultura, etc.
A Palavra de Deus deve ter primazia em nossa boca.
Por outro lado, percebi na entrevistadora um grande desconhecimento da Palavra de Deus quando ela dizia, em todo tempo, "pagar o dízimo", quando na verdade "devolvemos" a parte que pertence a Deus, afinal, quem pagou um alto preço, cancelando a cédula de dívida de nossos pecados foi JESUS!
Sei que as coisas estão ficando cada vez mais difíceis. Agora, precisamos mais do que nunca nos achegar a Deus, olhar para nossos defeitos e corrigi-los porque o que temos visto ao nosso redor são escândalos de todo tipo.
Que Deus nos ajude a mantermos firmes nossa confissão de fé Nele e no testemunho da sua Palavra.
A Paz,
Missionária Delair.

Anônimo disse...

It's perfect time to make some plans for the future and it's time to be happy.
І have геad this post and if І coulԁ I desirе to suggest yοu feω іntегesting things οг suggestions.
Μaуbe you could ωrite next articlеѕ referгing to this aгticle.
I wаnt to reаd eνen moгe thingѕ
аbоut it!

my web-ѕіte ... click through the next web page

Alberto Couto Filho disse...

My dear anonymous,

I have no interest in what I can offer
thankful,
Good luck, good business

Postar um comentário

Pesquisar assuntos, temas ou postagens

MILAGRES

Veja quem nos visitou recentemente