Seguidores

terça-feira, 2 de abril de 2013

A IGREJA-SHOPPING-TECNOLÓGICA


Por Marcos Barbosa
Editor do blog “VOLTEMOS ÀS RAÍZES

A igreja evangélica atual tem se enamorado com a alta tecnologia deste século e como conseqüência perdeu sua identidade. Sua eficácia se tornou uma piedade fria. Hoje, os templos são suntuosos e viraram verdadeiros shoppings. É a igreja-shopping-tecnológica. Nela há restaurantes, estacionamento com manobristas, sauna, pista de skate, sala de jogos, quadra poliesportiva e até academia. Sem falar dos vitrais, granitos, tapetes persas, poltronas reclináveis, e telões de plasma espalhados em pontos estratégicos na catedral climatizada e em suas dependências agregadas. Dessa forma, o crente que virou crente-cliente pode assistir o culto-show não somente dentro do templo, mas no restaurante, no estacionamento, na quadra poliesportiva, na sauna ou praticando academia. O pastor que virou executivo-pastor fecha negócios com farmácias, oficinas mecânicas, colégios e lojas de grife para que o crente-cliente tenha descontão em suas compras e utilização de serviços.

Nos domingos a igreja-shopping-tecnológica assemelha-se a um aeroporto internacional em alta estação. É um lugar de grande concentração. As pessoas não se olham nos olhos e o ruge-ruge de “ovelhas” batendo-se umas nas outras é assustador. Ninguém se conhece e a saudação padronizada “A paz do Senhor” tornou-se plástica. Na igreja-shopping-tecnológica conduzir a Bíblia na mão é ser ultrapassado. O tablet é usado pelo executivo-pastor e pelos crentes-clientes. Aliás, o executivo-pastor sempre entra na igreja com a pasta de executivo numa mão e na outra o tablet. Na escola dominical é indispensável o Notebook, o Data-show e o Smart-board.

A ceia do Senhor na igreja-shopping-tecnológica não é mais servida coletivamente, é self service. Há a “sala-ceia” onde cada fiel a qualquer momento utiliza-se do kit-ceia com textura judaizante: pão sem fermento, vinho e ervas amargas. O recolhimento dos dízimos e ofertas ocorre via cartão de crédito. A água do tanque batismal da igreja-shopping-tecnológica provém do rio Jordão. No batismo, o executivo-pastor mergulha o fiel-crente-cliente, três vezes na água do tanque batismal ao som de um shofar. A ambição religiosa na igreja-shopping-tecnológica chega ao clímax: Deus opera movido a mamon e o céu é sujeito ao comando da terra. Ou seja, a terra comanda o céu, pois há “poder” nas palavras do executivo-pastor. Após a ceia há gente vendendo sabonete “ungido”, sal “ungido”, óleo “consagrado”, tapete “poderoso”, água “benta”, perfume que exala o “cheiro de Cristo”, hidratante “santo”, e até pedaços da toalha com a qual o executivo-pastor cheio da “unção” se enxugou.

Através de sermões sempre em tom positivo, a voz aveludada do executivo-pastor consegue muitas adesões. Ninguém questiona o que ele diz. O rebanho-cliente deve se encaixar ao que o líder-executivo fala, caso contrário, é tido como rebelde. Se o líder disser que preto é branco todos devem concordar. Se o líder “decretar” todos devem se curvar. Durante o culto todos devem repetir o que o líder disser o que é para repetir, e haja papagueado! A pastoexecutivolatria entre os crentes-clientes é nauseante. O anelão de “doutor” no dedo do executivo-pastor fala muito alto ao rebanhão. No intuito de impressionar as pessoas, o executivo-pastor chama o prédio de sua igreja de santuário e os cantores de levitas. Ora, o prédio não é morada de Deus, portanto, não é santuário. O Senhor não mora em prédios, mas em pessoas convertidas. Os convertidos é que são santuários. Santuário não é o telhado, nem as colunas, nem as paredes, nem o chão, nem o púlpito, mas todos quantos foram regenerados pelo Poder de Deus. Vale salientar que o termo “levita” não é correto, pois o ministério sacerdotal que inclui os levitas se encerrou no Antigo Testamento. Todo ministério sacerdotal foi substituído integralmente por Cristo. Em Efésios 4:11 onde está listado os dons não aparece o dom de “levita” e nem faz qualquer menção a ministérios sacerdotais.

O seminário da igreja-shopping-tecnológica é secularizado. Homens como Freud, Carl Jung, Alfred Adler, Piaget, Peter Drucker, José Saramago, Nelson Mandela, Madre Tereza de Calcutá, Martin Luther King, Desmond Tutu, Dalai Lama, Mahatma Gandhi, Roberto Justus, Augusto Cury e Lair Ribeiro tomaram o espaço da Bíblia. Tudo é calcado na subjetividade e não em verdades históricas. Como a igreja-shopping-tecnológica quer lotação, o seu seminário ensina técnicas de marketing para igreja e estratégias de manipulação de pessoas.

Oremos pelo resgate da essência do cristianismo! Voltar às raízes não é retrocesso, é não perder a verdadeira missão.

18 comentários:

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro irmão ZÃO,

A paz amado!

Sinto vergonha, tristeza e alegria.

Vergonha do que realizam em nome de Jesus Cristo.

Tristeza por saber que muitos estão perdidos e desviados em seus aprendizados heréticos e maldosos.

Alegria por se cumprir o que a Palavra de Deus nos promete nos ùltimos Dias do final dos Tempos.

Sim, oremos, para que alguns líderes, retrocedam de seus maus caminhos.

E que a ao menos uma minoria de crentes sintam fome de justiça. Somente assim, teremos de fato, uma igreja mais interessada na verdade e longe do desejo de cumprir ao lado de mamom e baal, o que agride ao Santo dos santos.

O Senhor seja contigo,

O mínimo dos menores.

*Escritora de Artes* disse...

Excelente texto.....

Crente cliente...essa foi boa...

Grande abraço caríssimo amigo Alberto

Pastor Giovani e Missionária Delair disse...

Texto forte e assustador.
Que Deus nos ajude a permanecermos na simplicidade do Evangelho de Cristo...
Creio que temos conseguido... Graças a Deus!
Sei que o remanescente será fiel, digo, as igrejas pequenininhas, onde se cumprirá, e tem se cumprido, a Palavra de Deus que diz:

I Coríntios 1: 26 a 29
26 Porque, vede, irmãos, a vossa vocação, que não são muitos os sábios segundo a carne, nem muitos os poderosos, nem muitos os nobres que são chamados.
27 Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes;
28 E Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são, para aniquilar as que são;
29 Para que nenhuma carne se glorie perante ele.

A Paz,
Missionária Delair.

Geovani Santos disse...

Graça e paz, irmão Alberto!

Está verdadeiramente é a igreja ao gosto do cliente. Um espaço high-tech que estimula vaidades, mas nunca o espírito; que insufla egos, todavia não conduz a uma modéstia tipicamente cristã. Na sociedade cibernética a igreja é apenas clubinho social, um arremedo eclesiástico e um simulacro de engodos com uma nova roupagem. É uma nova modalidade de mundanismo com um viés ilusório e persuasivo. Pode ser tudo, menos Igreja de Cristo.

Alberto Couto Filho disse...

Oi, Isabel Ramalho
Paz

Que bom que veio nos visitar.
Seja bem vinda.
Leia, aprecie e comente.
Que Deus te abençoe
Alberto

Alberto Couto Filho disse...

Menorzão,
Paz

Há bençãos de Deus a granel, na igreja shopping.
Maranata!
Alberto

Alberto Couto Filho disse...

Vanessamada,
Paz

Deixe estar - O ajuste de contas está bem próximo.
Não queira estar na pele desses pastores heresionistas (heréticos + ilusionistas)quando chegar o arrebatamento da igreja.
Alberto

Alberto Couto Filho disse...

Abençoamados Giovani e Delair,
Paz

Para os pastores gestores o "complicar" é instrumento eficiente na captação de recursos para satisfação dos seus gostos pessoais e financiamento dos seus projetos espúrios.
Conosco, sempre, o Emanuel que amamos.
Alberto

Alberto Couto Filho disse...

Oi, amado cabofriense,
Paz

Isto mesmo! Uma extravagante dimensão territorial; uma tacanha profundidade espiritual. Estas são as dimensões das igrejas shopping.
Você tem lido meus emails?
Alberto

Pr. Anselmo Melo disse...

Querido irmão Alberto.Será que ainda viveremos para ver coisas piores que essas?
Parece que não existe limite para essa gente...
Paz!

Geovani Santos disse...

Irmão Alberto, graça e paz!

Entrei lá no blog do James e comentei as invectivas que "seu algoz" lançou-lhe em rosto. O mesmo é apenas um "cão ladrando para a lua", não importa quanto ele late, ela prossegue brilhando. Esses indivíduos são apenas inocentes úteis de um sisteminha que bestializa coletivamente muitas almas. Muitos, como este senhor, já estão tão enredados que já não conseguem discernir o que é certo ou errado. Já sorveram do veneno da flor soporífera do engano e encontram-se letargizados por ele. Seja como for, irmão Alberto, continue espargindo a luz do Evangelho sem se importar com melindres.

Nos laços do Calvario!

Geovani Figueiredo dos Santos

Alberto Couto Filho disse...

Pr Anselmo

Paz
Intimidar-me com isso? Nunquinha!
Prossigo não atacando os que servem a cachaça da TP, mas alertando os que se tornam "prosperólatras"
Esse idiota é o mesmo Muriel - lembra-se
Alberto

Alberto Couto Filho disse...

Oi, Geovani
Paz
A caravana continuará a passar e o cães continuarão a ladrar.
Demais! "A lua continuará a brilhar" - Amo este teu jeito de referir-se ao insólito, à tacanhice.
Obrigado pelo comentário no James.

Mário César de Abreu disse...

Paz amado Alberto!

É ,infelizmente, raras são as denominações que ainda prezam a Sã Doutrina do SENHOR JESUS.

A Ele toda a glória eternamente,amém!

Em Cristo,
Seu conservo Nele

Mário

Rita disse...

Olá td bem com o Senhor/
Tbém espero que muita coisa mude
é muita extravagancia da um pouco de medo
Mas vamos continuar com nossa fé
Deixo um abraço com carinho
Desejo uma boa semana
Rita!!!!

Alberto Couto Filho disse...

Oi, Rita
Paz

Por tua causa estou à procura de um bom endocrinologista.
Doce de cenoura e maçã - Huummmmmmmmmmmmm!
Gostoooooooooso!
Não tenha medo não - Jesus está às portas.
Coitados...não poderão levar nada lá para cima.
Conheces esta?
"Mais alto o coqueiro, maior é o tombo do coco, afinal, todo mundo e igual. Quando o tombo termina é terra por cima e na horizontal"
Alberto .

Geovani Santos disse...

A igreja se afastou do legado apostólico bem como adotou uma cartilha que destoa dos princípios de simplicidade do Evangelho de Jesus. O resultado da apostasia é perceptivel no comportamento desviante da cristandade que se afasta bem rápido do modelo bíblico. Fomos advertidos pelos apóstolos do Senhor sobre tal desvio, precisamos portanto mantermos uma postura vigilante para que não sejamos envolvidos pelos tentáculos do engano nesta última hora da igreja neste mundo. A advertência de Cristo é : "estai, vós, apercebidos também; pois, a hora em que não penseis, o filho do homem virá."

Com toda a certeza muitos serão pegos despreparados por ocasião do estrugir da trombeta nos céus. Para estes, o conselho das Escrituras é categorico: sede vigilantes.

Precisamos adotar a postura de servos que esperam pelo seu senhor, porque bem-aventurados aqueles que forem encontrados fazendo a vontade do seu Mestre.

Alberto Couto Filho disse...

Oi, Geovani

Paz

Sábias palavras.
Precisamos preservar a intimidade que o Pai do carpinteiro tem conosco e isto é bem fácil - basta que façamos irrestritamente, a soberana vontade do Eterno. Ele nos terá como amigos.
Como disse um genial amigo meu "lá de Cabo Frio": Eles, os apóstatas, precisam voltar ao homem, àquele mesmo carpinteiro de Nazaré, buscando o reencontro com a Verdade Absoluta e deixar de beber água de cisternas rotas enquanto nós O remédio é voltar ao homem, ao carpinteiro de Nazaré e beber de suas fontes. Só assim a procura terá o seu fim!

Postar um comentário

Pesquisar assuntos, temas ou postagens

MILAGRES

Veja quem nos visitou recentemente